4 sinais evidentes que indicam quando cortar o cabelo

quando cortar o cabelo

Quando as madeixas já não estão mais com vida e parecem opacas, secas e sem brilho, é chegada a hora em que não há mais como fugir da tesoura. Saber quando cortar o cabelo é fundamental para que eles continuem saudáveis e com um movimento bonito, além de render melhores resultados na hidratação.

Por vezes os fios estão desgastados ou é preciso eliminar partes com química ou outros tratamentos. Ou seja, deixar os cabelos crescerem sem fazer cortes periodicamente pode ser mais danoso que benéfico. É possível até mesmo fazer cortes que tiram partes danificadas sem perder o comprimento.

Por isso, conheça 4 sinais de que seu cabelo está precisando urgentemente de um corte para fique saudável outra vez!

1. Excesso de pontas de duplas

As pontas duplas são algumas das maiores inimigas das mulheres. Esse problema, juntamente com o ressecamento, fazem com que o cabelo fique com um aspecto mais pesado. Dessa forma, os fios perdem o movimento natural e ficam mais feios, já que as pontas começam a mudar de cor e ficam com aparência de queimados.

Inicialmente, alguns produtos auxiliam na melhoria das pontas duplas. Porém, quando está em excesso, somente um corte resolve a questão.

2. O cabelo está dando muito trabalho para arrumar

Quando você já tentou de tudo, desde hidratação, restauração e outros tratamentos capilares, e nada disso resolveu, saiba que chegou a hora de encarar a tesoura do cabeleireiro. Se você passa a maior parte do tempo tentando arrumar e melhorar os fios, deixando-os presos, porque continuam rebeldes apesar dos seus esforços, um bom corte pode resolver esse problema.

Se mesmo com escova, chapinha e com penteados variados o cabelo ainda estiver sem graça, as mechas provavelmente só serão melhoradas após o corte.

3. O corte já não orna com seu rosto

Existem inúmeros cortes de cabelo, mas cada tipo de rosto pede um estilo para que seja cortado. Depois de algumas semanas, os fios crescem, e, aos poucos, aquele corte vai sendo perdido, o que pede uma manutenção ou até mesmo um design novo.

Isso é ainda mais importante quando se usa franja, que pode cobrir os olhos e causar incômodo. A franja emoldura o rosto e pode salientar pontos negativos ou positivos, dependendo da maneira como o cabelo está cortado. Portanto precisa de um corte com maior frequência. Não importa o tipo de cabelo, manter o corte é essencial para que não fique desproporcional ao formato de rosto.

4. O último corte foi há mais de 3 meses

Não cortar o cabelo por um longo período é certeiro para que os fios fiquem danificados, pesados e sem vida. As madeixas costumam crescer de 1 a 1,5 cm por mês, e, para que não fiquem com aquele efeito espigado e com pontas duplas, é indicado que o corte seja feito a cada três meses.

Cortar periodicamente também evita a perda do corte, ainda mais para cabelos curtos, que perdem facilmente o formato. Portanto saber quando cortar o cabelo ajudará a ter os fios alinhados e bonitos, garantindo o viço e beleza das mechas.

Confira mais dicas e novidades em nossas redes sociais. Siga-nos no Facebook e no Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *