fbpx
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Cabelo com a raiz oleosa: como lidar com isso?

311682-cabelo-com-a-raiz-oleosa-como-lidar-com-isso

Muitas pessoas não sabem, mas a produção de óleo no couro cabeludo é um processo natural que tem grande importância para garantir madeixas mais fortes e saudáveis. O sebo é responsável por proteger o couro e os fios contra quebra e agressões externas, como a poluição, além de conferir hidratação, elasticidade e movimento.

Porém, quando essa produção está desequilibrada, surgem os problemas. Fios opacos, pesados e com aparência de sujo são as principais reclamações de quem precisa conviver com um cabelo com raiz oleosa em excesso.

Neste post, vamos falar um pouco sobre o que é a oleosidade excessiva e como lidar com isso. Confira!

Por que o cabelo produz oleosidade?

O óleo é produzido no couro cabeludo pelas glândulas sebáceas com a finalidade de proteção, garantindo, assim, que os fios possam nascer saudáveis e crescer com força e sem quebra. Quando o processo de produção de óleo está equilibrado e o couro está saudável, o sebo produzido se espalha entre os fios naturalmente, deixando o cabelo soltinho, brilhante e bonito.

A facilidade com que o óleo se espalha depende muito da curvatura dos fios. Cabelos cacheados e crespos, por exemplo, são naturalmente mais ressecados porque as curvas dificultam a chegada do sebo até as pontas. Já os fios lisos tendem a ser mais oleosos e sofrer com produção excessiva de sebo.

Quando a oleosidade é um problema?

A oleosidade se torna um problema quando a produção fica desregulada, causando excesso de sebo. Os resultados desse desequilíbrio são facilmente visíveis: fios grudados na raiz, caspa, ressecamento das pontas, aspecto sujo, opaco e pesado.

Diversos fatores podem interferir nesse processo, provocando o aumento da produção de sebo, como:

  • predisposição genética;
  • alterações hormonais;
  • estresse;
  • alimentação rica em alimentos gordurosos;
  • aplicação de máscaras e condicionadores muito perto da raiz;
  • acúmulo de produtos;
  • uso de chapéus, toucas e acessórios.

Além disso, a oleosidade excessiva também pode ocorrer como um “efeito rebote”. Isso acontece quando lavamos os cabelos com água muito quente, utilizamos fontes de calor ou realizamos lavagens excessivas. Esse tipo de hábito retira a oleosidade natural dos fios, fazendo com que as glândulas sebáceas fiquem desreguladas e aumentem a produção de sebo.

Como lidar com raiz oleosa?

Mudando alguns hábitos, é possível lidar com o problema e não se desesperar com a raiz e os fios oleosos. Quando os motivos são genéticos ou hormonais, o ideal é que você procure um dermatologista. Esse profissional poderá analisar as causas e indicar o melhor tratamento.

Já nos outros casos, o segredo é modificar alguns costumes. Veja como está a sua alimentação e tente lavar os fios sempre com água morna para diminuir a produção de óleo. Na hora de aplicar a máscara e o condicionador, a dica é passar somente no comprimento, evitando a raiz, e enxaguar bem os fios para retirar todo o excesso.

A escolha dos produtos também é importante. Busque shampoos e tratamentos específicos para cabelos oleosos, que limpam na medida certa, retirando o excesso de sebo sem causar um efeito rebote. Os shampoos detox e esfoliantes capilares também são uma boa pedida para desobstruir os poros e equilibrar o couro cabeludo.

A produção de oleosidade é um processo natural do couro cabeludo que é muito importante para o crescimento e a saúde dos fios. Mas alguns hábitos e problemas de saúde podem interferir nesse mecanismo, causando um desequilíbrio e deixando o cabelo com raiz oleosa. Nesses casos, é preciso ficar atento aos produtos utilizados para conseguir controlar o problema. 

Você tem cabelos oleosos e sofre com esse problema? Confira a nossa seleção de produtos e encontre os melhores para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *