Saiba o que é neutralização de cores e principais cuidados indicados

neutralização de cores

Quem trabalha com coloração já sabe que é comum algumas vezes não alcançar o tom desejado. Isso ocorre, entre outros fatores, pelo fundo de clareamento do cabelo (pigmento natural que os fios possuem) e por excesso de exposição solar. Em qualquer caso, é necessário realizar a neutralização de cores com o objetivo de eliminar os tons indesejados.

Isso ocorre principalmente com laranjas, amarelos, vermelhos e cinzas, sendo essencial ter um bom conhecimento para conseguir lidar com esses casos e ter um resultado perfeito. Por isso, nesse post separamos tudo o que você necessita saber sobre neutralização de cores, a fim de poder aplicar esses conhecimentos ou entender os motivos que levam a fazê-la.

Ficou curioso para descobrir mais sobre essa técnica tão essencial na colorimetria e tingimento dos fios? Então, continue lendo este post para conferir as nossas dicas!

Como é feita a neutralização de cores?

Para entender como é feita a neutralização de tons indesejados é preciso voltar à pré-escola, quando foi ensinado o que são cores primárias e secundárias. Se você não lembra do que estamos falando, fique tranquilo, pois vamos ajudar você a relembrar com isso funciona, bem como entender a importância dessa informação. Confira!

Relembre as cores primárias e secundárias

Relembrar isso é bem simples, olha só: cores primárias são as que independem de outras para existir. É o caso do amarelo, azul e vermelho. Já as secundárias são a mistura de duas primárias. O laranja, verde e roxo (ou violeta) são exemplos. Em termos gerais, as tonalidades secundárias se formam assim:

  • amarelo + vermelho = laranja;
  • azul + amarelo = verde;
  • vermelho + azul = violeta.

Use esse conhecimento para a neutralização

Para neutralizar uma cor, portanto, você deverá utilizar um matiz diametralmente oposto. O amarelo, por exemplo, se mistura com o vermelho e o azul. Já a mistura do vermelho com o azul forma o violeta. Logo, o violeta é a cor oposta ao amarelo.

É justamente por isso que cabeleireiros utilizam a violeta genciana para neutralizar tons indesejados de cabelos descoloridos ou são aplicados cremes roxos para platinar os fios. Desse modo, funciona basicamente assim:

  • o laranja neutraliza o azul e vice-versa;
  • o verde neutraliza o vermelho e vice-versa;
  • o violeta neutraliza o amarelo e vice-versa.

Fique atento aos detalhes

No entanto, é importante destacar que ainda existem as chamadas cores terciárias — aquelas que são feitas da mistura das cores primárias e secundárias. Para acertar em cheio na neutralização, o profissional deve ficar extremamente atento a esse detalhe.

Se você comprar uma tinta azul-turquesa, por exemplo, você não estará levando para o salão uma cor primária. Isso ocorre porque esse tom de turquesa vem do azul misturado com o verde. O mesmo ocorre com o rosa, que vem da junção do vermelho e o roxo.

Para neutralizar o azul-turquesa o ideal seria utilizar uma mistura com o laranja (cor oposta ao azul) e o vermelho (oposta ao verde). Parece complicado, mas não é. Com a Estrela de Oswald em mãos, basta prestar atenção nos tons.

Se ainda não está segura, não deixe de fazer o teste da mecha antes de aplicar a coloração no cabelo todo. Assim, você terá certeza que está fazendo a mistura certa para, no momento do uso no cabelo todo, garantir uma neutralização perfeita e sem preocupações.

Tenha uma Estrela de Oswald sem em mãos

Para facilitar nesse processo você pode utilizar a conhecida Estrela de Oswald — uma tabela formada por cores primárias e secundárias onde você deve buscar o tom oposto ao que deseja neutralizar.

Utilizando as tabelas indicadas, você saberá exatamente quais misturas realizar a fim de eliminar tons indesejados. Porém, é claro que o conhecimento básico no assunto também é essencial para que você possa fazer o processo de forma adequada.

Qual a importância da avaliação para a neutralização?

Como você já deve ter percebido, a neutralização é um processo delicado e que merece bastante atenção para que tenha um bom resultado no cabelo. Para isso, a avaliação e diagnóstico dos fios é um processo muito importante antes de qualquer outro passo.

Alguns cabelos podem ter partes com tons diferentes na região mais interior, que não pega sol e água quente do banho diretamente, por exemplo, então não desbota tanto. Sem falar que só olhando por cima algum tom pode passar despercebido.

Esse processo inclui perguntar para a cliente, se for o caso, que numeração de tinta ela usou, pois o relato pode ser muito útil para saber como proceder. Após esses cuidados, você já pode começar a preparar o produto correto para a aplicação. Se preciso, faça processos diferentes em partes distintas para um resultado uniforme.

Qual a diferença entre neutralização e matização?

A matização e a neutralização são processos semelhantes dentro da colorimetria. Acontece que algumas marcas preferem ou optam por uma dessas nomenclaturas para cada produto. No final das contas, ambos servem para corrigir o tom do cabelo e alcançar a cor desejada.

Algumas marcas preferem usar a palavra “neutralização” para se referir a tonalizantes que tem essa função e “matização” para designar shampoos e máscaras com esse efeito, como as roxas, que deixam o loiro platinado.

Quais os benefícios de fazê-la com um bom profissional?

A matização não é um processo tão simples de ser feito se você não tiver um conhecimento básico de cabeleireiro e colorimetria. Isso significa que a formação profissional é uma parte essencial.

Contudo, também é preciso que o profissional esteja capacitado para te atender. Não deixe de buscar por um cabeleireiro que passe confiança, que você conheça o trabalho e que tenha uma boa formação, a fim de que ele possa conduzir o processo de maneira que você fique satisfeito com a cor obtida.

Quais são os cuidados pós-neutralização?

Você já deve saber que depois de fazer qualquer processo químico, é fundamental tratar os fios para que eles permaneçam com saúde. Esse cuidado ajuda a manter a tonalidade por mais tempo. Por isso, não deixe de fazer bons tratamentos para o seu cabelo com produtos, como o Cristalização da Cor e máscaras de hidratação.

Viu só como a neutralização de cores é uma etapa indispensável e que faz toda a diferença na cor final do cabelo? Ela é útil especialmente nos casos em que o cabelo já está tingido, e o objetivo é mudar de uma tonalidade para outra. Mas é preciso sempre investir em produtos de qualidade para garantir um efeito sem igual nas madeixas!

Este artigo sobre neutralização das cores foi útil para você? Aproveite para nos seguir no FacebookInstagram e Pinterest para receber outras dicas úteis sobre cuidados com os cabelos!

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *